segunda-feira, 20 de junho de 2011

Ser importante é?

Adoro ser importante…. e desculpem-me, mas é como me sinto! :)

 

Apesar de ser solteiro e sem namorada há bastante, tenho uma louca que não conheço pessoalmente e que cisma que namoro!!

Mais, fez um blog de escárnio e maldizer só para me tentar atingir, a mim e à Sofia, a tal suposta namorada.

Nesse blog vai mandando recadinhos e tentando dar lições de moral (como se moral tivesse com todas as loucuras e atrocidades que tem cometido) ou publicando relatos, essencialmente meus noutros blogs, fazendo essa marcação cerrada e quando alguém (a única pessoa que comentou o tal blog dela, que representava “só” 51 pessoas),  a chamá-la à atenção pelas suas loucuras e por tudo o que tem feito a uma amiga que sempre quis o bem dela … BINGO, fechou o blog a “penetras” como ela diz e passou a ser reservado só para mim e para a Sofia!! Somos mesmo importantes não somos?? eheheheh

Também me sinto muito importante por diariamente ter tantos postais electrónicos dela… hummmm, olhem se ela assim já está tão possessiva, imaginem se me conhecesse ahahaaha

Com esta adoração, será que terei/teremos uma estátua, nome de rua ou outra coisa?

Adoro quando me dão protagonismo!!!

14 comentários:

  1. LOL que convencido!
    Ainda andas nessa atracção fatal? :)

    ResponderEliminar
  2. Olá, isto só pode ser karma! E o pior é que são tecidos diariamente e várias vezes ao dia filmes do arco da velha sobre nós. E quanto mais se aconselha mais a cisma se adensa. Realmente contado ninguém acredita mas de duas coisas tenho eu a certeza:

    - Não desejo isto a ninguém!
    - Sou psicóloga, não sou psiquiatra. Mas acredito que as perturbações psiquiátricas deveriam ser devidamente acompanhadas e tratadas, a começar pelo nosso SNS e terminando nas famílias da pessoa em questão. E,claro, com o reconhecimento por parte do doente de que existe uma disfunção que tem que ser controlada/tratada o mais rapidamente possível e sem interrupções.E para isso o apoio/regulação familiar é fundamental!

    E, desdramatizando um bocadinho: aposto numa remodelação da Praça Marquês de Pombal! A/s estátua/s servem, sim, obrigada. Não sou esquisita ;)

    Beijo,

    Sofia

    P.S.: Obrigada :)

    ResponderEliminar
  3. Olá Pedro, vocês vão é ser promovidos a santos, só pode!! A Sofia falou-me numa pessoa cujo nome começa por R. É essa? Se sim quando é que ela se decide a curar? É que isso não é vida para ninguém!!
    Beijoca,
    Susana

    ResponderEliminar
  4. E essa mesma Susana!!
    Acho que os doidos somos nós ehehhe

    ResponderEliminar
  5. LOOL O que é que tu lhe fizeste, Pedro?? ai ai ai :p

    beijo

    ResponderEliminar
  6. Guida, o problema é exactamente esse... não lhe ter feito nada!!

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  8. Pois, talvez isso justifica a atitude! lol

    ResponderEliminar
  9. Sabes o que te digo, tenham cuidado porque qualquer dia esta história ainda chega a isto:

    http://www.youtube.com/watch?v=w0Yr9QzOb-Q&NR=1

    (é só para desanuviar o ambiente pesado que esta história traz)

    ResponderEliminar
  10. Fiquei espantada por tamanha loucura que anda por ai instalada...Pedro e Sofia, gosto imenso dos dois, há que ignorar gente maluquinha!Agora, que são importantes são :) Para mim que gosto tanto de vos ler!!

    ResponderEliminar
  11. Essa história já não tem piada, de tão assustadora que é; Ninguém interna essa sra?

    ResponderEliminar
  12. Bom dia! Eu não resisto! Hoje a R segue para o internamento, o que significa paz e sossego! Merecidíssimos, aliás, depois de meses de tantas trapalhadas, umas mais graves do que outras…
    Obrigada Pedro :)
    Beijo,
    Sofia

    ResponderEliminar
  13. a d o r e i este post.
    por acaso há uns tempos, uma pessoa do mesmo género tentou perseguir-me... felizmente "tocou-se". Mas isto as relações entre pessoas é sempre complicado.
    E as pessoas detestam levar um "não". O que mais me custa é não aceitarem isso e tentarem fazer da nossa vida serena, algo abominável, tipo inferno!

    Eheh também me sinto importante às vezes, mas não no mesmo sentido xD

    ResponderEliminar
  14. Anatereisa,
    Todos nós já tivemos situações destas, umas mais graves que outras, neste caso é uma perseguição doentia de há muito!!

    ResponderEliminar