segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Longevidade das relações

Este texto, apesar de ser do Correio da Manhã (CM), encheu-me completamente as medidas!!

Eu até nem sou exemplo, pois não sou casado, nem em vias de tal (embora até o quisesse/queira), mas se calhar dá-me de certa forma razão, de as pouquíssimas relações sérias que tive eram para valer e se realmente achava que não estavam a ir no bom caminho acabava-as antes de as perdurar só para dizer que tinha uma namorada/esposa.

Hoje, muitos dos que as perduraram, pertencem ao clube dos “divorciados”, separados e vejo que estão de certa forma muito mais “perdidos” que eu, dado ter aprendido a lidar comigo e a contar apenas comigo.

Pode parecer uma atitude autista/egoísta, mas não é, é apenas de alguém que apenas gosta de apostar para ganhar em tudo o que entra e não apenas de brincar ás relações.

Gostei efectivamente do texto do CM, pela sua coerência e realmente este tipo de relações… são uma raridade!!

6 comentários:

  1. Li e gostei.
    Excelente partilha, a tua e a dele ;)

    ResponderEliminar
  2. Só para perdurar, realmente deve ser difícil resultar!

    Mas acredito nas relações...

    ResponderEliminar
  3. Bom, parece que ainda há quem consiga relações longas e saudáveis... Há que tentar!!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Entre namoro e casamento já fizemos 30 anos sim 30, casamento feliz, sim, com chatices como todos os outros, tenho uma regra não discuto a quente para não dizer coisas que me arrependa é melhor serenar e no dia a seguir conversar tudo muito bem conversadinho. Nunca traí, se me apeteceu ? já vi homens que me fazem olhar e pensar como será mas isso não faz com que eu tenha que experimentar, gosto da companhia do meu marido para tudo ( menos para ir ás compras) adoro as conversas o dormir enroscada o sexo, ainda hoje com quase 50 anos e com 29 anos de quecas em comum a presença do corpo dele, me desperta, o toque das mãos me dá arrepios e é bom ver que quando me encosto a ele ou o provoco ( mesmo pouquinho que seja) o corpo dele reage de imediato.

    ResponderEliminar